quinta-feira, 4 de novembro de 2010

O túmulo de João Maria de Agostini

O monge descansa no cemitério de Mesilla (Las Cruces),
no estado norte-americano do Novo México, desde 1869
João Maria de Agostini, apresentado na historiografia como o primeiro monge ligado ao Movimento do Contestado, está sepultado no cemitério de Mesilla (Las Cruces), no Novo México (EUA), onde morreu no dia 17 de abril de 1869, com 69 anos de idade. Italiano nascido por volta de 1801, tornou-se eremita ainda jovem e percorreu diversos países da América do Sul, inclusive o Brasil, antes de chegar aos Estados Unidos. Foi morto com um punhal nas costas.

Conheça as fotos do túmulo de João Maria em Mesilla, feitas por Nayalin Feller para o Fragmentos do Tempo 2, acompanhe o músico Randy Granger tocando na caverna onde o monge se abrigou e confira o monólogo de Larry Torres (Seguindo os passos do Eremita). Com esse material reiniciamos as atividades do blog, destacando temas, debates e reflexões relacionadas com o Movimento Social do Contestado - conflito ocorrido no Sul do Brasil entre os anos de 1912 e 1916.   

João Maria de Agostini ou
Giovanni Maria de Agostini ou
John Mary Justiniano

 
 
 
 


*

Halo in the Hermit Cave
Por Randy Granger 



*

SUGESTÃO


In the Footsteps of the Hermit 
(Seguindo os passos do Eremita),
monólogo de Larry Torres em inglês.




2 comentários:

  1. Prezado Celso, fico feliz que mais pessoas tenham descoberto o paredeiro e destino do monge João Maria de Agostini. Atualmente estou fazendo a biografia dele, da Italia aos Estados Unidos e sua passagem pelo Brasil. Fico a disposição para esclarecer quaisquer dúvidas e aberto para discussões. Só tem um detalhe: este eremita não está ligado a Guerra do Contestado...

    ResponderExcluir
  2. Alex Karsburg: Saúde e Paz! Sou historiador na cidade de Sorocaba, local por onde passou o Monge Giovanni Maria D'Agostini, conhecido por aqui como "Monge do Ipanema". Se acaso precisar de algo por aqui, entre em contato. Abraços e boa sorte na sua empreitada. Abraços, Carlos Carvalho Cavalheiro - e-mail: carlosccavalheiro@gmail.com

    ResponderExcluir